Auto Escola Villa Carmela

Linha da CPTM que vai até Guarulhos terá oito trens com bagageiros

Linha da CPTM que vai até Guarulhos terá oito trens com bagageiros

Oito novos trens com bagageiros serão entregues para a Linha 13-Jade, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), que levará os passageiros até Cumbica. O governador Geraldo Alckmin já assinou nesta sexta-feira (1°) o contrato para autorizar a fabricação das novas composições.

“Cada trem tem 8 carros, portanto são 64 carros novos para a linha que vai até o aeroporto internacional de Guarulhos”, afirmou Alckmin. “Será o primeiro aeroporto da América do Sul interligado ao sistema ferroviário. Os trens já começam a ser construídos e têm prazo de 23 meses para ficarem prontos”, completou.

As novas composições vão atender, exclusivamente, a Linha 13-Jade. Com 12,2 quilômetros de extensão, ligando o aeroporto à estação Engenheiro Goulart, na capital paulista, o tempo de viagem está estimado em 15 minutos, com intervalos de 8 minutos.

“Essa é a primeira linha da história construída pela CPTM, já que a Companhia herdou as outras da rede ferroviária, Fepasa e da CBTU. No mês de agosto passado, entregamos a estação Engenheiro Goulart, e vamos entregar as Cecap e a Internacional de Guarulhos”, completou Alckmin.

Economia
Os trens serão fabricados pelo consórcio Temoinsa-Sifang, da China, que venceu a licitação internacional com a apresentação da melhor proposta, no valor de R$ 316,720.807,00. O orçamento limite era R$ 319.251.011,08, e a proposta gerou economia de R$ 2.530.204,08 aos cofres públicos.

A aquisição dessa frota está sendo financiada com recursos do Banco Europeu de Investimento (BEI), que disponibilizou € 85 milhões para o Governo do Estado de S. Paulo.

Características dos novos trens
O grande diferencial das novas composições são os bagageiros. A exemplo das frotas das outras seis linhas da CPTM, os trens terão oito carros cada, totalizando 170 metros de comprimento.

A parte externa terá design arrojado e a interna será moderna e funcional, com salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), como nos últimos trens já adquiridos pela CPTM. As composições terão também monitoramento com câmeras no interior e parte externa frontal.