Auto Escola Villa Carmela

Prefeitura abre inscrições para 5ª turma de Soroban

Prefeitura abre inscrições para 5ª turma de Soroban

A Subsecretaria de Acessibilidade e Inclusão (SAI), vinculada à Secretaria de Assuntos Difusos abre inscrições para interessados em aprender a fazer cálculos matemáticos por meio do instrumento Soroban.

O curso, previsto para iniciar em 14 de agosto, terá carga horária de 60 horas e será realizado todas às terças-feiras, das 13h45 às 16h45, na sede da Subsecretaria de Acessibilidade e Inclusão, localizada à rua Alberto Hinoto Bento, 49, no Macedo.

As inscrições podem ser feitas entre os dias 23 de julho e 10 de agosto pelos telefones 2414-3685 e 2422-7376. Para participar do curso é necessário que o aluno traga seu próprio instrumento de Soroban. O público-alvo são professores da rede púbica ou privada, pessoas com deficiência visual, estudantes, servidores públicos e interessados em geral.

Durante as aulas, os participantes aprenderão a fazer cálculos matemáticos, como as quatro operações, potenciação, raiz quadrada, fatoração, mdc e mmc, operações com números decimais e operações com frações, números mistos e frações impróprias. O curso será ministrado pela educadora Vanessa Carrilho Lanzarotto, pedagoga, especialista em escolarização e diversidade pela USP e em deficiência visual pelo Instituto Benjamim Constant.

Para o subsecretário de Acessibilidade e Inclusão, Toninho Messias, esse projeto de formação pode influenciar muitas pessoas com deficiência visual a buscarem novas oportunidades e cada vez mais preparar os profissionais para oferecerem um atendimento digno a pessoa com deficiência.

Soroban

O Soroban é um instrumento que foi desenvolvido no Japão há mais de 2.500 anos e foi adaptado para deficientes visuais pelo professor português especialista em deficiência visual, Joaquim Lima de Moraes.

Hoje em dia existem campeonatos mundiais de Soroban. Pessoas com deficiência visual utilizam esse instrumento com mais frequência, porém ele também pode ser usado para auxílio na memorização, com crianças que apresentam dificuldade de aprendizagem e como uma forma de relaxamento.

Imagens: Divulgação