Auto Escola Villa Carmela

Guarulhos decreta emergência em razão do coronavírus e suspende aulas a partir do dia 23; merenda escolar está mantida

Guarulhos decreta emergência em razão do coronavírus e suspende aulas a partir do dia 23; merenda escolar está mantida

Em reunião neste domingo (15) com o grupo de trabalho criado para acompanhar a evolução do coronavírus, o prefeito de Guarulhos, Guti, anunciou uma série de medidas que serão adotadas no município e decretou estado de emergência para facilitar as ações. Até o momento, Guarulhos não teve nenhum caso confirmado. Houve 72 notificações de casos suspeitos e 13 já descartados.

As aulas da Rede Municipal serão suspensas entre os dias 23 e 31 de março. O recesso escolar de julho será antecipado para o mês de abril. Nesta semana, entre os dias 16 e 20 de março, as escolas funcionarão normalmente, mas a Prefeitura orienta aos pais e responsáveis que, se possível, evitem levar as crianças. As faltas serão abonadas. Guti anunciou que a alimentação escolar será fornecida normalmente até o dia 31, com a sugestão de que pais ou responsáveis retirem a merenda em recipientes próprios.

A Prefeitura suspendeu todas as férias ou pedidos de folga de servidores da área da saúde, como forma de fortalecer o atendimento médico à população. Os parques públicos ainda não serão fechados, com exceção do Zoológico Municipal que deixará de abrir para visitação. A ciclofaixa da Paulo Faccini deixará de funcionar a partir do próximo domingo.

Todas as atividades relacionadas aos cursos realizados pelas Secretarias de Assistência Social e do Trabalho estão suspensas a partir desta segunda-feira (16). O mesmo vale para as Academias 60+. Já as atividades dos Centros de Convivência do Idoso e Centro Dia do Idoso serão paralisadas a partir de terça-feira, 17.